Aspectos positivos e negativos da especulação

Antes de tudo, gostaria que vissem os dois discursos presentes no filme “Com o dinheiro dos outros”. O enredo de forma resumida trata de uma empresa à beira da falência devido ao fato de que seus produtos não estão mais satisfazendo as necessidades da população, e por isso não estão mais sendo vendidos. O primeiro vídeo mostra o discurso do acionista que acredita que ao liquidarem a empresa, haveria perda de empregos e sua comunidade sofreria com isso, atribuindo os problemas da empresa à uma situação sistêmica de crise. No segundo vídeo, o discurso de um investidor que comprou ações da empresa para liquidá-la, afirmando que o problema específico dessa empresa não é sistêmico, mas que o seu produto principal é obsoleto e as novas tecnologias o tornaram desnecessário para os consumidores, ou seja, uma má alocação de recursos dentro da economia.

O mecanismo de lucro produtivo bonifica os que estão satisfazendo as necessidades da população, lhes atribuindo condições de satisfazer necessidades ainda maiores, ou de uma quantidade maior de pessoas, e isso é um valor admirável no capitalismo. A especulação em si é benéfica quando essa tenta prever o andamento da empresa, de forma estritamente produtiva.

A especulação passa a ser negativa quando é utilizada por empresas maiores para liquidar empresas menores que estão crescendo de forma justa, quando utiliza-se de articulações sistêmicas para enriquecer a poucos e destruir economias de outros países, enfim, sempre quando a especulação transfere-se da esfera produtiva para ser usada como forma de poder pela ganância de poucos.

Essa reflexão faz toda a diferença em busca da justiça.

Mestre em Economia e Doutorando em Administração pela California International Business University. Atuou no mercado de capitais e derivativos entre 2004 e 2011 e como consultor nas áreas de Controladoria e Finanças do software de gestão SAP desde 2011 nas empresas: Applied Materials, Costco Wholesale, Anglo Gold Ashanti, Grupo Ferroeste, Tambasa, Usiminas, Eletropaulo, Celpa, Cemar, BRF, Leroy Merlin e Viapol. Curta a página MAM Economia no Facebook clicando na respectiva figura no menu direito da tela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *