Ditadura representa retrocesso moral, econômico e familiar

O Brasil abraçou novamente a liberdade há um pouco mais de 31 anos atrás, e novos ares de golpe ameaçam essa condição. Qualquer dos partidos que tentar um golpe de Estado estará atentando contra a liberdade conquistada à duras penas pelos heróis que se mobilizaram pacificamente contra a ditadura.
O momento é frágil, índices econômicos decadentes, alta taxa de desemprego e dólar, expectativa de alta retração do PIB, as conquistas econômicas realizadas pela abertura de mercado em um país que hoje ainda tende muito mais para o socialismo do que para o capitalismo parecem escoarem pelos ralos do protecionismo estatal.
O período é oportuno para ditadores gananciosos, que poderão surgir entre os partidos de direita e de esquerda. A ditadura no Brasil representaria ainda mais protecionismo Estatal, fuga de capitais estrangeiros e ampliação dos mecanismos improdutivos do Estado que a população tanto critica.
No que tange aos valores familiares, o formato e a mentalidade do exército é absolutamente machista e patriarcal, que desencontram com as conquistas realizadas pela luta das mulheres no Brasil.
Quando se analisa a moralidade, a supressão da liberdade de expressão, da independência da mídia e a dissolução do congresso seriam consequências naturais de uma ditadura oportunista e perversa, em momento algum da história da humanidade se viu tal forma de governo que não tivesse praticado esses três pilares da imoralidade.
É impossível estar contente com a situação atual do país, mas não há nada que esteja tão ruim ao ponto de não poder piorar, é uma regra básica da vida.
Portanto, devemos proteger a República acima de qualquer partido, mobilizando pacificamente nossos representantes no congresso para que caso haja impeachment, que esse flua conforme o que é previsto na constituição.

Mestre em Economia e Doutorando em Administração pela California International Business University. Atuou no mercado de capitais e derivativos entre 2004 e 2011 e como consultor nas áreas de Controladoria e Finanças do software de gestão SAP desde 2011 nas empresas: Applied Materials, Costco Wholesale, Anglo Gold Ashanti, Grupo Ferroeste, Tambasa, Usiminas, Eletropaulo, Celpa, Cemar, BRF, Leroy Merlin e Viapol. Curta a página MAM Economia no Facebook clicando na respectiva figura no menu direito da tela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *