Emenda para fim de auxílios, como o paletó, para juízes, deputados, procuradores, ministros, etc…

A constituição federal institui um teto para os salários no funcionalismo público, diante dessa limitação os chefes dos três poderes criaram uma maneira indireta para aumento de rendimentos, essa se deu com a criação de auxílios, como o paletó, moradia, alimentação, entre diversos outros que acabam por onerar consideralmente a nossa população.

O governo é um agente ganancioso, na maioria das vezes não representa os interesses reais da população e se mostrou como o maior inimigo da mesma ao longo da história. Nesta publicação não trato de funcionários públicos como professores e policiais, os quais não recebem salários exorbitantes.

O governo Temer tem tomado medidas de redução dos gastos do governo, mas é importante que estas não atinjam os mais pobres, se faz necessária uma reflexão de nossos governantes, daqui trato de juízes, deputados, senadores, vereadores, procuradores, ministros, ou seja, me refiro aos que estão no topo da pirâmide do funcionalismo público, para que não onerem exorbitantemente o país, o qual se encontra em estado de calamidade financeira.

Uma medida efetiva para a redução destes gastos seria a criação de uma emenda constitucional que extingua o pagamento de auxílios em todas as esferas do funcionalismo público, os salários elevados já são suficientes para manutenção dos servidores, os quais devem servir ao país e não a si mesmos.

Mestre em Economia e Doutorando em Administração pela California International Business University. Atuou no mercado de capitais e derivativos entre 2004 e 2011 e como consultor nas áreas de Controladoria e Finanças do software de gestão SAP desde 2011 nas empresas: Applied Materials, Costco Wholesale, Anglo Gold Ashanti, Grupo Ferroeste, Tambasa, Usiminas, Eletropaulo, Celpa, Cemar, BRF, Leroy Merlin e Viapol. Curta a página MAM Economia no Facebook clicando na respectiva figura no menu direito da tela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *