Greve no Espírito Santo levanta a questão do desarmamento das pessoas de bem

A população do estado de Espírito Santo se tornou refém de bandidos com a greve feita pelos familiares de policiais militares, Essa situação levanta novamente a questão do desarmamento das pessoas de bem, irei reproduzir a publicação que fiz em julho de 2016, com o título: Porte de armas: um direito de todo adulto sem ficha criminal:

“O congresso está votando uma lei que flexibiliza o porte de armas no Brasil. Acompanhei por anos debates nos Estados Unidos acerca do tema, bem como tenho diversos amigos americanos que possuem armas em casa porém nunca as usaram senão para treinamento de uso.

Sob a ótica econômica, o crescimento da indústria de armamento geraria empregos, contribuiria para a sociedade com impostos, combateria o tráfico ilegal de armas, além de outros benefícios comuns a todas as indústrias legitimadas.

A análise dos aspectos sociais do tema é muito mais complexa, levantarei alguns pontos que considero fundamentais para uma análise mais abrangente do que a visão simplista de que armas são contra a paz, a paz é boa, logo armas são ruins.

De fato armas são ruins, a violência em si é ruim, mas o porte de armas ser predominante entre bandidos cria um cenário pior ainda, o de não haver possibilidade de defesa de pessoas de bem.

Dizem que pessoas carregam armas porque carregar um policial é muito pesado, e essa é a verdade, o Estado, sobretudo no Brasil, já provou sua completa ineficiência não só em combater o tráfico de armas, como em coibir a ação de criminosos armados. Mesmo se houvesse maior eficiência por parte da polícia no Brasil, o Estado não consegue estar em todos os lugares o tempo todo, portanto, não consegue garantir a segurança necessária para proteger os indivíduos de bem, que caso estivessem armados, teriam maior segurança nas ruas.

A questão lida com o direito de tentar preservar nosso bem maior, que é a vida, não somente a nossa, como a das pessoas queridas, e não é papel do governo tentar lhe privar desse direito a menos que você tenha sido condenado criminalmente, o que serve de base para atestar que você representa uma ameaça para a sociedade como um todo.

O partido Democrata nos Estados Unidos em geral culpa a liberdade de porte de armas quando há ocorrência de crimes muito divulgados pela grande mídia, em um caso específico, quando uma mulher teve seu pai assassinado em um assalto, esta foi perguntada se ela culpa o porte de armas por isso, ela respondeu da seguinte maneira: eu culpo ao bandido e à cultura do desarmamento pelo assassinato, porque se as pessoas de bem em volta estivessem armadas, possivelmente a vida do meu pai teria sido preservada.

O armamento da população civil lida com outras duas questões muito importantes também, que é o poder conferido à população contra ameaças internas e externas. Ditadores como Hitler pensariam duas vezes antes de tentarem tomar o país e cometerem barbáries utilizando o Estado para subjugar indivíduos, e como foi no caso do Pearl Harbor, a própria população armada poderia lutar contra possíveis ataques externos de guerra no futuro. A lógica é bem simples nesse aspecto, é melhor permitir que a iniciativa privada forme um ciclo produtivo de proteção ao país, do que dispendiar quantias maiores  sem retorno financeiro para armar somente o exército.

A análise do tema deveria se resumir somente à duas perguntas: Você confere exclusivamente a proteção da sua vida ao Estado? Caso a resposta para a primeira pergunta seja sim, pergunte-se: Você se sente no direito de me obrigar a conferir a proteção da minha vida exclusivamente ao Estado?”

Mestre em Economia e Doutorando em Administração pela California International Business University. Atuou no mercado de capitais e derivativos entre 2004 e 2011 e como consultor nas áreas de Controladoria e Finanças do software de gestão SAP desde 2011 nas empresas: Applied Materials, Costco Wholesale, Anglo Gold Ashanti, Grupo Ferroeste, Tambasa, Usiminas, Eletropaulo, Celpa, Cemar, BRF, Leroy Merlin e Viapol. Curta a página MAM Economia no Facebook clicando na respectiva figura no menu direito da tela.

10 comentários

  1. Acho um ótima ideia , arma para cidadão de bem, se defender, mais além disso, o assunto aborda outros detalhes , este cidadão de bem teria que ter, um treinamento adequado, para utilizar o recurso, e uma legislação com normas bem esclarecidas onde se pode, portar a arma e por fim na verdade o que falta é cultura para brasileiro saber lidar com isso

  2. Não, pelo desarmamento, mas sim por uma nova lei sobre este aspecto, nada de CÓDIGO PENAL DE 1900000 e bordoadas, um nova legislação, dura, e de encarceramento integral, pra quem cometeu algum crime , que não esteja muito bem detalhado dentro da lei, e o cidadão saberá que quando andar com uma arma, pensará duas vezes antes de fazer besteiras. E o direito do cidadão de defender-se sua casa, este que é o ponto primordial da autorização de ter arma em casa.

  3. Concordo plenamente com o porte de arma pelo cidadão de bem. O desarmamento no Brasil foi um golpe do governo petista para agir livremente diante de um povo enfraquecido. Mas, o mais importante, é lembrar que, um bandido invade a sua casa, ou estabelecimento comercial, com a
    plena certeza de que não correrá o menor risco de sofrer um enfrentamento. Defendo também porque, não entreguei minha arma e nunca matei ninguém com ela, que está em meu poder a mais de 25 anos. Porém pude, com muita segurança, botar porta afora, um marginal que entrou em minha casa, quando minha família dormia e eu me encontrava ainda acordado. Sem arma na mão nesse dia, eu poderia não estar aqui hoje escrevendo para você.
    Abraços.

  4. moro nos estados unidos a 20 anos e o direito a posse de armas esta na constituição americana e este direito e reforçado pelas leis de vários estados como o Texas
    dito isso nao veja nenhum comentário inclusive do senhor sobre os massacre de inocentes( inclusive crianças em escolas como recentemente aconteceu em Connecticut) onde culpa-se a facilidade de comprar-se armas.
    penso que no caso do brasil o motivo principal eh a ineficiência do governo de aplicar as leis( elas existem) a corrupção em todas níveis do governo
    e aquele ditado,
    se ele por que não eu,
    basta o ver nos noticiários os bandidos presos não temem a justiça, dizem que estarão soltos no dia seguinte. e serão soltos
    obrigado

  5. Acho que poderia liberar o porte de arma sim, o assaltante na duvida em saber se vc está armado ou nao, ele irá pensar duas vezes em te assaltar.
    basta terem exames trimestrais de psicologia e toxicológico para saber a índole do cidadão, hj temos exames que conseguem comprovar, se vc consome bebida alcolica diariamente, ou se é até usuario de droga.

  6. Excelente texto, Dr. Medeiros! Com dados e fatos, com racionalidade, sem preconceitos! O cidadão de bem, que trabalha e paga seus impostos tem o direito de defender a si mesmo e à sua família! O governo quer nos desarmar enquanto os meliantes possuem fábrica de armamentos (vide matéria nesse portal)! Um forte abraço.

  7. É uma lei universal: Toda criatura tem o direito de se defender se a sua vida corre risco. O estado já se mostrou ineficiente em proteger qualquer cidadão neste país. A tendência é a situação piorar a cada dia até o ponto em que haja desobediência civil generalizada. Ou o estado assume a sua incompetência histórica,ou transformaremos este país em um novo Iraque. É só ver o que está acontecendo no E.S.

  8. A continuar assim, bandidos armados e cidadãos de bem desarmados, não vai demorar muito para que a campainha de nossas casa toque e o bandido vai anunciar: vim buscar alguns de seus pertences, afinal estou armado e sei que você não está.

  9. PORTAR ARMAS NOS ESTADOS UNIDOS É UM DIREITO CONSTITUCIONAL DO CIDADÃO.
    O ESTATUTO DO DESARMAMENTO FOI REJEITADO PELA POPULAÇÃO BRASILEIRA E MESMO ASSIM OS POLÍTICOS COMUNISTAS IMPUSERAM ESSA EXCRESCÊNCIA.
    PELO FIM DO ESTATUTO DO DESARMAMENTO, JÁ!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *